História do Bolo de Rolo


O bolo de rolo, iguaria oriunda dos portugueses, foi introduzida no Brasil unicamente pelo Estado de Pernambuco. O verdadeiro bolo de rolo, muitas vezes comparados a outros tipos de "Bolos Enrolados" como Rocambole, bolo de goiaba, entre outros, tem uma receita e forma única de ser feito.


Sua origem está na adaptação do bolo português "colchão de noiva", uma espécie de pão de ló enrolado com recheio de nozes. Ao chegarem aqui, os portugueses passaram a trocar o recheio pela goiaba, fruta abundante no nordeste brasileiro, sempre dosada com muito açúcar dos engenhos da região. Até hoje é comum polvilhar-se o bolo de rolo com açúcar em sua camada externa, arrematando a apresentação da sobremesa.


Durante muitos anos esse bolo ficou restrito aos senhores de engenho, e posteriormente aos governadores de Pernambuco, se tornando popular posteriormente.


Era servido como sobremesa ou lanche. Um visitante ilustre não poderia sair de uma casa, sem degustar uma fatia de bolo-de-rolo. Dessa maneira, foi sendo utilizado como forma de estreitar os laços de amizades, como forma de agradecimento, como presente e até para "amolecer corações". Até o papa João Paulo II, quando da visita ao Recife, em 1980, provou uma fatia.


Passando a ser cada vez mais conhecido e divulgado, o bolo-de-rolo ganhou fama e começou a ser feito em praticamente todos os estados do Nordeste brasileiro, embora o original de Pernambuco guarde características diferentes tanto no sabor como na maneira de fazer. Turistas e até pessoas de outros estados, "encomendam" o doce a algum amigo ou parente quando têm oportunidade.


Pela Lei Ordinária Nº 379/2007 o bolo-de-rolo foi reconhecido como patrimônio imaterial de Pernambuco.



Copyright © 2011 Todos os direitos reservados - Rosane Bolo de Rolo - PE - Brasil